Anestesista ou anestesiologista: existe diferença?

Anestesista ou anestesiologista: existe diferença?

outubro 22, 2021 0 Por Editor

Existe diferença entre anestesista e anestesiologista? É o que vamos tratar no assunto de hoje. A anestesiologia é uma área em constante crescimento na medicina e, atualmente, é uma das especialidades médicas mais ligadas à tecnologia. 

O anestesista ou anestesiologista dispõe de diversas funções, envolvendo conhecimento médico como em anatomia, fisiologia e farmacologia, e também técnico, como de equipamentos, procedimentos e materiais. A seguir, confira se existe diferença entre anestesista ou anestesiologista, e conheça mais sobre essa carreira.

Anestesista ou anestesiologista?

Anestesista ou anestesiologista? Na verdade, as duas formas estão corretas. Conforme a origem das palavras, o termo anestesiologista é voltado para quem estuda anestesia, e o anestesista é aquele que aplica a anestesia. Dessa forma, as duas palavras estão certas para se referir ao médico especializado em anestesiologia. 

Para se tornar um médico anestesista ou anestesiologista, o profissional deve cursar a faculdade de medicina por 6 anos e, após formado, realizar a especialização de 3 anos pela Residência em Anestesiologia. 

A formação para anestesista ou anestesiologista

A anestesiologia é um segmento em constante crescimento na área da saúde. A função que deve ser exercida pelo anestesista ou anestesiologista é promoção do estado anestésico antes de um procedimento, além de:

  • Avaliação prévia do paciente;
  • Manutenção otimizada da fisiologia do paciente;
  • Diminuição do impacto da agressão cirúrgica;
  • Auxílio no tratamento da dor pós-operatória.

Pela quantidade de tarefas atribuídas ao profissional, fica clara a sua importância não só no pré-operatório, como também no período pós. Dessa forma, a prática do anestesista ou anestesiologista consiste no acompanhamento integral do paciente.

A rotina do anestesista ou anestesiologista

Além da administração de medicamentos para diminuir ou eliminar dores dos pacientes, o profissional também é responsável pelo monitoramento integral do paciente. Essa é uma especialidade clínica que aplica conhecimento e conceitos, na prática. Por esse motivo, o domínio dos procedimentos é essencial para o profissional que deseja ingressar nessa área.

Dessa maneira, algumas das características que devem estar presentes em um médico anestesista ou anestesiologista são: a liderança, calma, capacidade de decisão, segurança, empatia pelo trabalho em equipe, raciocínio sobre algoritmos, destreza e resistência à fadiga.

A atuação do médico especializado em anestesiologia não se limita ao centro-cirúrgico. Ele pode estar presente em diversas áreas hospitalares, como o centro-obstétrico, endoscopia, hemodinâmica e pronto-socorro. Além disso, também podem ser encontrados:

  • Em setor de ecocardiografia transesofágica;
  • No transporte pacientes críticos;
  • Na avaliação pacientes internados;
  • Na prescrição de esquemas analgésicos em pacientes operados ou sob cuidados paliativos;
  • No setor de biópsias.

Mercado de trabalho para anestesista ou anestesiologista

anestesista ou anestesiologista

Após cumprir a residência médica em anestesiologia, o médico especialista pode construir sua agenda de trabalho. Após definir os locais de trabalho, tempo e pretensão salarial, o médico pode buscar ofertas em diferentes instituições. A área de anestesiologia ainda apresenta carência no país. Por isso, são muitos os locais que podem oferecer vagas para este profissional. 

Além disso, a remuneração do anestesista ou anestesiologista é uma das mais convidativas, variando entre R$ 7.000,00 e R$ 14.000,00, de acordo com sua escolha de trabalho. 

Afinal, é possível escolher entre atuar de forma individualizada, sendo membro de uma equipe de cirurgiões e se submeter à rotina desenvolvida pela equipe, ou atuar como autônomo, programando seus próprios horários de acordo com a disponibilidade. Dessa forma, o profissional abdica de alguns direitos como férias remuneradas, contudo, conquista maior autonomia.

De qualquer forma, a rotina estabelecida no início da carreira do médico anestesista ou anestesiologista costuma ser seguida por toda a vida, visto que pode ser difícil promover mudanças significativas, sem perder qualidade de vida e remuneração ao longo dos anos. 

Cursos de especialização para anestesista ou anestesiologista

A especialidade médica de anestesiologia é crucial para o tratamento da dor em situações cirúrgicas, no pós-operatório e para aqueles casos não-cirúrgicos nos quais o paciente sofre com dores crônicas. 

Dada a importância desse trabalho e a polivalência de tipos de situações que demandam a atuação desse profissional, o curso de anestesista e a formação desse especialista tendem a ser bastante ecléticos, incluindo tópicos em áreas como cardiologia, clínica médica, pneumologia e terapia intensiva.

Portanto, para proporcionar o ato anestésico-cirúrgico mais seguro possível para o paciente, é preciso que esse profissional atualize constantemente.

Além da residência, os profissionais também devem continuar se atualizando sobre a área por meio de cursos de especialização em anestesiologia. A internet tem ajudado esse especialista neste quesito. Existem diversas opções de curso de anestesista com atualizações importantes na área – e tudo disponível online.

Curso de anestesista: por que fazer uma atualização online?

O especialista desta área precisa conhecer as tendências, novas técnicas e tecnologias para proporcionar mais conforto e segurança aos pacientes. Além disso, com alta frequência, surgem no mercado novos monitores, maquinários e dispositivos que podem facilitar bastante o trabalho do anestesista, mas que demandam também constante busca por tais conhecimentos.

A rotina atribulada desse médico nem sempre permite que ele compareça a eventos de interesse e em cursos presenciais. Essa barreira pode ser transposta por meio da internet. Há cursos de atualização bastante qualificados, desenvolvidos por especialistas renomados na área e que oferecem certificado de participação e todo o suporte necessário para seu acesso.

Cursos de anestesiologia da Medicine Cursos

A Medicine Cursos é uma das instituições que oferecem curso de especialização em anestesiologia online, para a atualização e renovação de conhecimento dos especialistas dessa área. Confira os cursos que a Medicine Cursos disponibiliza para a área de anestesiologia.

IV Simpósio Internacional de Trauma 2019

O curso foi desenvolvido com alguns dos melhores especialistas da área, que discutem casos reais, trazem abordagens práticas e apresentam o que está sendo atualizado nesse segmento.

O conteúdo foi desenvolvido no evento realizado pela Disciplina de Anestesiologia HCFMUSP, e conta com 12 horas de duração, divididas em 40 aulas. Os temas abordados no curso, são: 

  • Trinta anos de trauma no Brasil;
  • Trauma evidência e guidelines;
  • Monitorização mínima no trauma grave;
  • Devo usar o ecocardiograma no trauma?;
  • Damage control resuscitation;
  • Coagulopathy in trauma;
  • Plasma in trauma;
  • Como indicar transfusão sem utilização de teste viscoelástico no sangramento grave;
  • Técnicas e métodos para redução de transfusão alogênica no trauma;
  • Triggers transfusionais: quando iniciar a transfusão;
  • Diagnóstico diferencial do choque no trauma: como proceder?;
  • Choque refratário;
  • Highlights sobre reposição volêmica no trauma;
  • Albumina, solução hipertônica, solução balanceada, quando usar;
  • Aplicação do us no trauma;
  • Monitorização hemodinâmica invasiva;
  • Monitorização cerebral;
  • Sala híbrida no atendimento ao trauma;
  • Manejo perioperatório e reversão;
  • Posso usar drogas vasoativas no choque hemorrágico e quais são as evidências?;
  • Quando iniciar ptm?;
  • Trauma torácico grave;
  • Atendimento inicial ao trauma novos desafios;
  • O massacre de Suzano experiência;
  • Resgate em situações extrema;
  • Resgate em Brumadinho;
  • Qual o melhor valor de hemoglobina no tce? (na fase aguda);
  • Já espaço para hipotermia no trauma de crânio?.

Curso de Atualização em Anestesia e Medicina Crítica Perioperatória – Módulo II

O curso de Atualização em Anestesia e Medicina Crítica Perioperatória (Módulo II) foi desenvolvido com o objetivo de apresentar uma breve revisão de temas pertinentes e atuais na anestesia e na medicina perioperatória.

Elaboradas por uma equipe de experts, as aulas são baseadas nas diretrizes e guidelines nacionais e Internacionais mais importantes da literatura médica. São 4 horas de duração, divididas em 6 aulas. Entre os temas abordados, estão:

  • Fisiologia da coagulação;
  • Manejo da coagulopatia trauma;
  • Reposição de eletrólitos no perioperatório;
  • Transfusão de plasma e plaquetas- evidências e uso racional;
  • Reposição de eletrólitos no perioperatório;
  • Acessos vasculares guiados por US.

Curso de Atualização em Anestesia e Medicina Crítica Perioperatória – Módulo III

Neste curso de Atualização em Anestesia e Medicina Crítica Perioperatória (Módulo II) são abordados assuntos de modo minucioso, com 3 horas de duração divididos em 7 aulas. Confira os temas presentes no conteúdo programático:

  • Reposição volêmica na perda sanguínea aguda;
  • Manejo de sangramento em obstetrícia;
  • Manejo pré-operatório sangramento com uso DOAC;
  • Cirrótico – manejo do sangramento, damage control – qual é o prognóstico?;
  • Parada cardíaca – (ACLS Peri operatório) e manejo do sangramento em cirurgia cardíaca.

V Curso de Monitorização Hemodinâmica Invasiva e Minimamente Invasiva

Nesta atualização médica, o médico aprenderá mais sobre terapia guiada por metas no perioperatório, quem é o paciente de alto risco cirúrgico, vai revisitar conceitos e acompanhar outros assuntos, como:

  • Inserção segura do CAP: boas práticas para a passagem do cateter de swan-ganz;
  • Avaliação da volemia à beira leito e fluido-responsividade; 
  • Cateter artéria pulmonar x monitorização minimamente invasiva: principais indicações de limitações dos métodos.

Curso de Extensão de Atualização em Anestesia

Este curso é composto por diversos módulos que envolvem desde os fundamentos da anestesia até as especialidades e eventos adversos. Mantenha-se atualizado, participe das discussões e tenha facilidade de fazer tudo isso de acordo com sua agenda e disponibilidade.

O curso é composto por videoaulas e por uma sessão de discussão com todos os participantes ao final de cada bloco temático, permitindo assim o esclarecimento de dúvidas e até mesmo a aplicação dos conceitos apresentados dentro da rotina diária. 

Sugestões de leitura e artigos correlatos ao tema também são disponibilizados aos participantes, visando facilitar o acesso às informações de qualidade e grande relevância científica. Programação completa:

  • Fisiologia cardiovascular aplicada à anestesia;
  • Débito cardíaco: entendendo e fazendo sua medida;
  • Parâmetros hemodinâmicos estáticos;
  • Fluido responsividade;
  • Alterações hemodinâmicas e disfunções orgânicas;
  • Vasopressores e mecanismo de ação;
  • Inotrópicos e suas indicações;
  • O conceito de otimização hemodinâmica;
  • Monitorização hemodinâmica: o que há de novo na literatura;
  • Discussão de casos clínicos;
  • Anatomia funcional para manuseio das vias aéreas e preparo do paciente para intubação do paciente acordado;
  • Controle das vias aéreas: guidelines atuais;
  • Fisiologia respiratória aplicada a anestesia;
  • Ajustes ventilatórios: peep, volume corrente e driving pressure;
  • Suporte ventilatório não invasivo e terapia de alto fluxo de oxigênio nasal umidificado (thrive);
  • Ventilação em anestesia: pressão controlada vs volume controlado: evidências clínicas;
  • Extubação em anestesia: da pressão de suporte ao uso de fio guia e sondas trocadoras: quais estratégias utilizar?;
  • Ventilação protetora e recrutamento alveolar em anestesia: devemos usar?;
  • Ultrassonografia pulmonar – o futuro da monitorização em anestesia?;
  • Ventilação monopulmonar: da teoria à prática;
  • Fisiopatologia da dor aplicada: princípios para guiar o tratamento;
  • Analgésicos opioides: opções terapêuticas via endovenosa e oral;
  • Analgésicos não opioides: opções terapêuticas via endovenosa e oral;
  • Analgesia multimodal: princípios e prática aplicada;
  • Resgate agudo da dor pós operatória;
  • Cuidados na anestesia no paciente com dor crônica;
  • Risco de vício com opioides: como avaliar e prevenir?;
  • Anestesia regional no tratamento da dor;
  • Analgesia controlada pelo paciente: vantagens e limitações da técnica;
  • Tratamentos não farmacológicos para dor aguda;
  • Farmacologia geral aplicada a anestesia;
  • Anestesia venosa: farmacologia geral aplicada;
  • Anestésicos locais e novos olhares no seu uso;
  • Reposição volêmica: quais soluções estão disponíveis – uma análise comparativa;
  • Soluções colóides sintéticas ainda possuem lugar para uso?;
  • Albumina: amiga ou vilã? O que dizem os estudos;
  • Nacl: da solução fisiológica a hipertônica – existem indicações?;
  • Soluções balanceadas;
  • Estratégias de reposição: restritiva x liberal x guiada por objetivos; 
  • Fluidos, sangue e oxigênio: entendendo a interação; 
  • Equilíbrio ácido básico: entendendo a fisiopatologia;
  • Principais distúrbios eletrolíticos no perioperatório; 
  • Temos novos horizontes para buscar relativos à reposição volêmica? Quais as novidades.

Curso de extensão em Dor

Trata-se de um curso para médicos com interesse na Área de Atuação em Dor. Envolve diversos aspectos das dores agudas e crônicas, envolvendo epidemiologia, avaliação e mensuração, fisiopatologia, principais síndromes dolorosas e tratamentos farmacológicos, com terapias físicas, atividades físicas, de saúde mental, por procedimentos (infiltrações, bloqueios nervosos, ablações e cirúrgicos). Conteúdo programático: 

  • Epidemiologia da dor – as dores mais frequentes. As dores crônicas como um problema de saúde pública mundial;
  • Avaliação e mensuração da dor;
  • Avaliação da dor em populações especiais: idosos com demência e população pediátrica;
  • Avaliação neurológica do doente com dor;
  • Avaliação psiquiátrica do doente com dor;
  • Avaliação psicológica do doente com dor;
  • Introdução à fisiopatologia da dor. Histórico, circuitos da dor e conceitos;
  • Transdução do estímulo doloroso;
  • Sensibilização periférica e central;
  • Tratos ascendentes. Vias facilitadas. Sistemas endógenos de controle da dor;
  • Neuroimagem, placebo e dor;
  • Sono e dor crônica;
  • Cervicalgias;
  • Lombalgias;
  • Síndrome de dor miofascial;
  • Fibromialgia;
  • Dor em reumatologia;
  • Síndrome de dor regional complexa;
  • Dores orofaciais;
  • Cefaleias. Distinção entre primárias e secundárias, entre típicas e atípicas. Noções sobre as mais comuns das primárias: enxaqueca e do tipo tensão;
  • Neuralgia de trigêmeo;
  • Dores neuropáticas. Caso clínico de dor neuropática;
  • Dor no paciente de UTI e no paciente politraumatizado;
  • Dor no paciente queimado;
  • Dor no período perioperatório;
  • Dor visceral;
  • Dor oncológica;
  • Casos clínicos de dor oncológica;
  • Dor no doente com câncer;
  • Dor na criança com câncer;
  • Cuidados paliativos e dor;
  • Dores não oncológicas na criança;
  • Dor no idoso;
  • Transtornos de personalidade e dor;
  • Farmacoterapia antálgica: anti-inflamatórios não-esteroidais e analgésicos não opioides; 
  • Tratamento farmacológico da dor: antidepressivos, anticonvulsivantes, antipsicóticos e canabinoides;
  • Farmacologia dos opioides;
  • Tolerância, dependência física, vício e pseudovício com opioides;
  • Outros fármacos no tratamento da dor crônica (creme de amitriptilina, adesivo de lidocaína, tramadol em bochecho, quetamina);
  • Métodos físicos no tratamento das dores agudas e crônicas;
  • Fotobiomodulação no tratamento da dor;
  • Métodos não físicos no tratamento da dor na visão fisioterapeuta;
  • Atividade física no tratamento da dor crônica;
  • Como lidar com a não melhora do paciente com dor crônica;
  • Organização de uma equipe de controle de dor em hospital;
  • Bloqueios anestésicos diagnósticos e terapêuticos no manejo da dor;
  • Bloqueios neurolíticos no tratamento da dor;
  • Tratamento cirúrgico da dor – métodos ablativos e não ablativos;
  • Técnicas regenerativas no tratamento da dor.

Coleção avançada em anestesiologia, dor e terapia intensiva

Ele é composto por 16 módulos. São mais de 150 horas, envolvendo nesse projeto mais de 50 professores, a sua grande maioria especialistas da FMUSP. As aulas envolveram desde os fundamentos da anestesia até as especialidades e eventos adversos. 

Os módulos de Dor envolvem diversos aspectos das dores agudas e crônicas, envolvendo epidemiologia, avaliação e mensuração, fisiopatologia, principais síndromes dolorosas e tratamentos farmacológicos, com terapias físicas, atividades físicas, de saúde mental, por procedimentos (infiltrações, bloqueios nervosos, ablações, e cirúrgicos). Conheça os módulos presentes no curso:

  • Módulo hemodinâmica;
  • Módulo farmacologia dos agentes anestésicos;
  • Módulo tratamento farmacológico da dor;
  • Módulo tratamento não farmacológico da dor;
  • Módulo sistema respiratório e ventilação mecânica;
  • Módulo respiratório e vm;
  • Módulo de reposição volêmica;
  • Módulo epidemiologia, avaliação e fisiopatologia da dor;
  • Síndromes dolorosas;
  • Módulo de dor;
  • Métodos intervencionistas para o tratamento da dor crônica;
  • Sepse;
  • Situações clínicas específicas dentro da UTI.

Agora que você já sabe mais sobre a carreira do anestesista ou anestesiologista, está pronto para atualizar seus conhecimentos na área? Conheça o catálogo da Medicine Cursos e confira mais sobre os cursos disponíveis nessa área!